briga.gifO assédio moral tem estreita ligação com o conceito de humilhação, que, segundo o dicionário Aurélio, significa “rebaixamento moral, vexame, afronta, ultraje. Ato ou efeito de humilhar (-se). Humilhar. Tornar humilde, vexar, rebaixar, oprimir, abater, referir-se com menosprezo, tratar desdenhosamente, com soberba, submeter, sujeitar (…)” .

Algumas consederações:

existem várias definições que variam segundo o enfoque desejado (médico, psicológico ou jurídico). Juridicamente, pode ser considerado como um abuso emocional no local de trabalho, de forma maliciosa, não- sexual e não-racial, com o fim de afastar o empregado das relações profissionais, através de boatos, intimidações, humilhações, descrédito e isolamento.

(Martha Halfeld Furtado de Mendonça Schmidt)

As 10 situações mais frequentes de assédio:

  1. Dar instruções confusas e imprecisas;
  2. Bloquear o andamento do trabalho alheio;
  3. Atribuir erros imaginários;
  4. Ignorar a presença de funcionário na frente de outros;
  5. Pedir trabalhos urgentes sem necessidade;
  6. Pedir a execução de tarefas sem interesse;
  7. Fazer críticas em público;
  8. Sobrecarregar o funcionário de trabalho;
  9. Não cumprimentá-lo e não lhe dirigir a palavra e
  10. Impor horários injustificados.
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: